Notícias

Autor: Admin

É NESTE SÁBADO A CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA PARALISIA INFANTIL

Acontece neste sábado, 08 de junho, o Dia D de Vacinação contra a Paralisia Infantil. Em Verê a imunização será das 8 às 12 horas no Posto de Saúde Central.

A vacinação é destinada a todas as crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias – que devem receber uma dose reforço da vacina neste período. Também, lembramos a população que a vacina utilizada para campanha é a de gotinhas (VOP), não ocasionando dor e grandes desconfortos.

Para a realização da vacina é necessário apresentar carteirinha de vacinas e a criança estar acompanhada de um responsável maior de idade.

O QUE É?
Paralisia infantil, também conhecida como poliomielite, é uma doença viral altamente contagiosa causada pelo poliovírus. Afeta principalmente crianças menores de cinco anos, embora possa infectar pessoas de todas as idades. A poliomielite pode levar à paralisia temporária ou permanente e, em casos graves, pode ser fatal.

Transmissão: O poliovírus é transmitido de pessoa para pessoa, principalmente através da via fecal-oral, mas também pode se espalhar por meio de alimentos ou água contaminados.

Sintomas: A maioria das infecções por poliovírus não apresenta sintomas ou apresenta sintomas leves semelhantes aos da gripe, como febre, fadiga, dor de cabeça, vômito, rigidez no pescoço e dor nos membros.
Em uma pequena porcentagem de casos, o vírus pode causar uma infecção mais grave, levando à paralisia (geralmente nas pernas), que pode ser temporária ou permanente.
Prevenção: A vacinação é a principal forma de prevenção contra a poliomielite. Existem duas vacinas principais:
A vacina inativada contra a poliomielite (VIP), administrada por injeção.
A vacina oral contra a poliomielite (VOP), que é administrada por via oral.
Tratamento: Não há cura para a poliomielite. O tratamento é de suporte e inclui cuidados médicos para aliviar os sintomas, fisioterapia para prevenir deformidades e melhorar a função muscular, e intervenções para ajudar com a paralisia.

Erradicação: Graças a esforços de vacinação global, a poliomielite foi eliminada na maior parte do mundo. No entanto, ainda existem algumas regiões onde o vírus é endêmico, e surtos esporádicos podem ocorrer em áreas com baixa cobertura vacinal.

A poliomielite foi uma das principais causas de deficiência no passado, mas a vacinação em massa reduziu drasticamente o número de casos em todo o mundo. A erradicação completa da doença é um objetivo da saúde pública global.

Pular para o conteúdo